Não temos período mínimo de contrato.

O que é um site de vendas e por que investir nessa estratégia?

Um site de vendas pode ser um elemento a mais na oferta de um serviço diferenciado para o seu consumidor e, com isso, melhorar os resultados da sua empresa.

E o melhor: muitas vezes, essa solução trabalha para você (e por você) sem interferência humana: afinal, ele mantém o seu negócio disponível para clientes em potencial durante o ano inteiro, disponível para consumidores de qualquer lugar do mundo. 

Além disso, facilita o processo de compra. Isso proporciona conveniência e praticidade para os consumidores, além de ser um diferencial e tanto para a experiência de compra.

Confira, então, nossas dicas para você extrair os melhores benefícios ao investir em um site de vendas! 

O que é um site de vendas?

Um site de vendas — também conhecido como e-commerce ou loja virtual — é uma plataforma online em que os consumidores podem comprar produtos ou serviços diretamente da sua empresa. 

Esses sites são projetados para facilitar o processo de compra, permitindo que os usuários pesquisem produtos, adicionem itens ao carrinho, escolham métodos de pagamento e finalizem a compra por meio de um checkout seguro.

Veja também: Como divulgar meu site?

Ainda que essa não seja uma grande novidade, é importante observar o crescimento do e-commerce no Brasil. Por exemplo: o setor cresceu 50% em relação ao período pré-pandemia. Há espaço, portanto, para explorar oportunidades reais de mercado.

Quais são os diferentes tipos de sites?

Com a transformação digital, o conceito de um site ganhou novas perspectivas e possibilidades. Confira, abaixo, alguns dos principais tipos de sites — cada um com funcionalidades e objetivos específicos:

  • Site institucional, que é focado em apresentar a empresa, seus valores, missão e serviços, sem necessariamente vender produtos;
  • Portfólio, muito utilizado por profissionais e empresas para exibirem seus trabalhos e projetos, ideal para artistas, designers e freelancers;
  • Blogs, que são plataformas centradas na publicação de conteúdo informativo e educacional, usadas para atrair e engajar audiência;
  • Marketplace, as plataformas que conectam compradores e vendedores de diferentes marcas e empresas em um único lugar.

E como funciona um site de vendas?

Por sua vez, o site de vendas trabalha de maneira sistemática (e automática) a partir de um fluxo que permite a gestão completa do processo de compra e venda. Entenda:

  • Carrinho de compras para permitir ao usuário a adição e o gerenciamento de produtos que deseja comprar;
  • Checkout para a realização do processo final — o cliente revisa o pedido, insere informações de pagamento e finaliza a compra;
  • Pagamento por meio da disponibilização de diversos métodos de pagamento, como cartões de crédito, débito, boletos e carteiras digitais;
  • Gestão de pedidos a partir de um sistema que facilita o acompanhamento e gerenciamento de pedidos desde a compra até a entrega.

Isso tudo, com a organização de páginas otimizadas que vão facilitar a navegação e experiência de compra. E, aí, vale muito a pena usar as melhores práticas para colocar o seu e-commerce no radar de consumidores em potencial, como o SEO e a gestão de tráfego digital

Saiba mais: Quanto custa anunciar no Google?

Benefícios em ter um e-commerce na sua empresa

Um dos principais benefícios do site de vendas é a ampliação do alcance de sua marca e as respectivas soluções que você tem a oferecer. 

Afinal, sua empresa pode vender produtos e serviços para clientes em qualquer lugar, 24 horas, superando as limitações geográficas e de horário de um estabelecimento físico.

Além disso, uma loja física tem custos elevados com aluguel, manutenção, contas de serviços públicos e salários, entre outras despesas. E a loja virtual pode ser gerenciada com um investimento menor, permitindo que esses recursos sejam alocados em áreas estratégicas, como marketing digital e melhoria de produtos.

Também podemos destacar a personalização da experiência do cliente. Com o uso de ferramentas de análise de dados e comportamento do consumidor, é possível oferecer uma experiência de compra mais personalizada, recomendando produtos com base no histórico de navegação e compra dos clientes. 

Inclusive, a facilidade de coleta e análise de dados é outro grande benefício. Um e-commerce permite acompanhar de perto as métricas de desempenho, como taxas de conversão, tempo de navegação e comportamento de compra. Esses dados são valiosos para tomar decisões informadas, ajustar estratégias e otimizar campanhas de marketing.

Consequentemente, sua empresa ganha — e muito — em competitividade e em diferenciais competitivos no seu setor de atuação.

Tipos de sites de vendas

Além das vantagens do site de vendas, é importante direcioná-lo para o perfil do seu público-alvo. Isso envolve o planejamento de um portal:

  1. B2C (Business to Consumer): focado na venda de produtos diretamente ao consumidor final;
  2. B2B (Business to Business): voltado para transações entre empresas, oferecendo produtos ou serviços para outros empreendimentos.

Como criar um site de vendas?

Criar um site de vendas pode ser feito por conta própria, com o auxílio de ferramentas e plataformas ou também com a participação de uma fornecedora de serviços.

A primeira opção é pouco recomendada se você não possui os conhecimentos de criação e desenvolvimento de sites e, tampouco, de otimização dessas páginas.

Daí, vale a pena conhecer algumas plataformas que podem ajudar. É o caso do Magento (atualmente, Adobe Commerce), do WordPress via WooCommerce, de plataformas como Loja Integrada, Nuvemshop, Shopify e da VTEX.

Ou, ainda, você pode buscar auxílio especializado com empresas referências na criação e no desenvolvimento de sites de vendas. Isso facilita a busca pelos seus objetivos, mas lembre-se de alinhar essas soluções ao orçamento disponível também.

Como impulsionar a sua estratégia?

Quer explorar algumas maneiras de promover melhores resultados com o seu site de vendas? Entenda como tornar as suas páginas em verdadeiras máquinas de vendas com as dicas a seguir:

  • Escolha um nome de domínio que seja fácil de lembrar e reflita a sua marca;
  • Selecione a plataforma de e-commerce que melhor atenda às suas necessidades;
  • Desenvolva um design atraente e intuitivo que proporcione uma boa experiência ao usuário;
  • Ajuste as configurações da plataforma de acordo com suas preferências e necessidades;
  • Insira todos os produtos com descrições detalhadas, fotos de qualidade e informações relevantes — e, especialmente, otimizadas para facilitarem a busca dos usuários no Google e em sites similares;
  • Configure opções de frete para garantir que os clientes recebam os produtos de maneira eficiente;
  • Cadastrar meios de pagamentos e integre essas formas para oferecer conveniência aos clientes;
  • Lançe oficialmente o site e comece a atrair clientes por meio do marketing digital e outras estratégias.

Lancei meu site de vendas. E agora?

Após o lançamento, nós consideramos fundamental o investimento em em estratégias de marketing de performance e de gestão de tráfego para atrair visitantes e aumentar as vendas.

Para isso, a utilização de anúncios pagos em plataformas como Google Ads e redes sociais (como o Instagram) pode ser um diferencial e tanto para atrair visitantes qualificados.

Dessa maneira, investir em um site de vendas se torna mais do que uma decisão estratégica, mas uma solução robusta para aumentar a visibilidade da sua marca, alcançar novos mercados e facilitar a experiência de compra dos seus clientes.

E a Upster pode te ajudar com isso! Fale com um de nossos consultores e descubra como podemos melhorar os resultados do seu site de vendas com campanhas personalizadas de gestão de tráfego para a sua marca!